Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Mercado do trabalho apresenta sinais de recuperação em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Sete postos foram abertos no mês de maio. No ano, no saldo geral, são 12 vínculos criados

Evolução do Emprego em Guaporé

A crise financeira que assolou parte dos brasileiros durante o ano de 2015 e teve fortes reflexos neste ano, parece estar passando. Gradativamente, os empresários, que haviam demitido funcionários no passado recente, voltaram a contratar e a economia mostra visíveis sinais de recuperação. Pelo terceiro mês consecutivo, dos cinco avaliados, o Município de Guaporé apresentou um maior número de admissões do que desligamentos. O estudo é do Observatório do Trabalho, um dos Núcleos de Inovação e Desenvolvimento da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

A Carta Mensal do Mercado de Trabalho apontou que o empresariado guaporense contratou no mês de maio 269 pessoas e houve o desligamento de 262. Foram, portanto, sete postos de trabalho abertos em Guaporé. No período, o setor da Construção Civil abriu 17 postos, seguido pelo do Comércio com 15. O setor que mais fechou postos de trabalho foi o da Indústria de Transformação, com 18 vínculos encerrados, seguido pelo de Serviços com oito vagas fechadas. O saldo acumulado no ano entre admissão e desligamento é de 12 vínculos criados.

Dos nove municípios pesquisados pelo Observatório do Trabalho, Guaporé e Veranópolis foram os únicos que apresentaram vínculos abertos no quinto mês do ano. Os outros sete, Caixas do Sul, Vacaria, Bento Gonçalves, Canela, Nova Prata, São Sebastião do Caí e Farroupilha, tiveram mais um período negativo na somatória entre admissões e desligamentos.

Os dados dos boletins são extraídos da base de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

 

Brasil

No Brasil, foram fechados 72.615 postos de trabalho em maio. Nesse período os únicos setores que abriram postos foram os da Agropecuária, com 43.117 vínculos, seguido pelo setor da Administração Pública, com 1.391 novas vagas. O setor que mais fechou foi o de Serviços, com 36.960 vínculos encerrados, seguido pelo setor do Comércio, com 28.885 fechamentos. O saldo acumulado no ano é de 448.101 vínculos encerrados.

 

Rio Grande do Sul

No mês de Maio foram fechados 15.829 vagas no Rio Grande do Sul. O único setor que abriu postos de trabalho foi a Administração Pública, com 67 vínculos criados. O setor que mais fechou postos de trabalho foi a Indústria de Transformação, com 5.494 vagas encerradas, seguido pela Agropecuária, com 3.723 vínculos fechados. O saldo acumulado no ano é de 4.030 postos fechados.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais