Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

CTG Os Desgarrados garante vaga para o Enart

por Eduardo Cover Godinho

Peões e prendas, que estavam desacreditados, vão em busca do título na categoria Danças Tradicionais – Força B em Santa Cruz do Sul

Apresentação em Uruguaiana havia sido muito boa e turma mostrará seu talento em Santa Cruz do Sul

Desacreditados pela não classificação ao Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart), mas sabedores que o trabalho de palco e a apresentação havia sido muito boa em Uruguaiana. Assim estavam os coordenadores da invernada adulta, peões e prendas (dançarinos) do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Os Desgarrados após a participação nas Danças Tradicionais Força B na etapa Inter Regional, realizada nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, na cidade fronteiriça a Argentina. A turma, com nota conferida pelos jurados de 28.328, não obteve classificação direta para o maior festival de arte amadora da América Latina disputado em Santa Cruz do Sul. Porém, o 14º lugar entre os 20 grupos que se apresentaram, colocava a invernada na suplência e as chances de representar Guaporé no Enart eram ínfimas, mas existiam.

Foi agarrados na fé de Santo Antônio, santo padroeiro do município, que os 20 dançarinos e os demais integrantes do CTG Os Desgarrados, se apegaram ao longo de 22 dias. Apesar da pouca probabilidade, a etapa Inter Regional disputada em Canoas, era a chance derradeira para que os tradicionalistas pudessem se apresentar em Santa Cruz do Sul, sonho de todos os peões e prendas. E as preces, incansáveis ao longo dos dias e que se intensificaram nos dias 21 e 22 de outubro, surtiram efeito esperado. O CTG Os Desgarrados, após a divulgação das notas dos grupos que se apresentaram, classificou-se entre os cinco melhores suplentes. São 35 os grupos que vão estar disputando o título da Força B e os dançarinos, que retrataram um pouco da história religiosa de Guaporé, em especial do acontecido em setembro de 1998 com a Igreja Matriz Santo Antônio - incêndio destruiu praticamente toda a sua estrutura, sobrando apenas as torres e as paredes laterais – estarão lá, levando a desenvoltura e a alegria repassada a cada ensaio pelo coreógrafo e instrutor Luiz Silva.

“Sabíamos que havia a possibilidade, porém ela era bem pequena, pelo fato de estarmos em 4º lugar na suplência, onde passam cinco, e ainda faltava ocorrer a última inter-regional, que aconteceu em Canoas. Entretanto, nossa nota se manteve mais alta das dos demais, e conseguimos a vaga. Mantivemos fé de que poderíamos nos classificar desde Uruguaiana, mas tentamos não pensar muito nisso e focarmos na temporada de rodeios, para seguirmos no mesmo ritmo de ensaios”, disseram os integrantes da invernada adulta.

A invernada, que havia mudado a rotina de ensaios e estava acrescentando novas danças, terá que alterar novamente a sistemática. Maior empenho e dedicação de cada peão e prenda e dos coordenadores do CTG Os Desgarrados, serão fundamentais para que momentos de glória possam ser comemorados no Vale do Rio Pardo.

“Descobrimos que estamos na final faltando menos de um mês, logo, os ensaios serão intensificados até dia 19 de novembro. Será necessário empenho e força de todos, pois muitas tardes, noites e madrugadas farão parte nessa reta final para Santa Cruz”, destacaram.

Além do CTG Os Desgarrados, o município de Guaporé estará representado nas Danças Tradicionais – Força B pela invernada do CTG Última Tropeada, e nas Danças Tradicionais Força A pela turma do CTG Estirpe Gaúcha. Nas Danças de Salão, o casal Anderson Ghiggi da Costa e Talya Xavier Nervis, do CTG Última Tropeada, e na Chula, Edson da Luz Borsatto, do CTG Estirpe Gaúcha, também vão estar presentes no dia 19 de novembro, no Enart.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais