Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Projeto do livro “Caminhos de Guaporé” será apresentado na Casa da Cultura

por André Fabio Bresolin

De autoria de Gilberto Luis Dal Mas, com produção e edição de Fabiano Mazzotti, a obra resgata 371 anos de história do município

Obra é o resultado de seis longos anos de pesquisas (2010 e 2016) realizadas em diversos arquivos históricos
Foto: Divulgação

“Preservar os fatos que compõem a história de Guaporé é imprescindível para a evolução da cidade”. É com o pensamento de registrar os momentos marcantes que fizeram a “Capital da Hospitalidade” ser o que ela é atualmente, uma das potências nos setores econômicos industriais e rurais, bem como no turismo, que no dia 15 de outubro, às 19h30min, nas dependências da Casa da Cultura, haverá a apresentação do processo de produção do livro “Caminhos de Guaporé”. De autoria de Gilberto Luis Dal Mas, com produção e edição de Fabiano Mazzotti, a obra resgata 371 anos de história do município.

Na oportunidade, quando autoridades municipais e regionais, bem como a comunidade estarão presentes, acontecerá a apresentação dos objetivos, justificativas e cronograma do trabalho do projeto “Caminhos de Guaporé - Dos primeiros habitantes ao primeiro centenário”, exposição das formas de financiamento do projeto aprovado pela Secretaria Especial da Cultura (Ministério da Cidadania), demonstração do processo de captação de informações, detalhamento da distribuição do produto cultural e argumentação do significado e relevância do projeto.

“A ideia partiu de uma conversa informal que tivemos com a secretária de Cultura, Cristiane Viel, onde ela manifestou o grande desejo de contemplar Guaporé com uma obra histórica desta natureza, vindo de encontro ao mesmo desejo que estávamos acalentando desde 2010 quando lançamos o Projeto Caminhos de Guaporé. Desde 2003, Guaporé necessita de um trabalho literário de resgate, cujo objetivo seja o de preservar, divulgar e perpetuar a história, não só em Guaporé como da região, Estado e país. Num contato que tivemos com o amigo Fabiano Mazotti, Jornalista e Produtor Cultural em Bento Gonçalves, encontramos aquilo que procurávamos, ou seja, alguém com conhecimento, experiência e seriedade suficiente para coordenar um projeto desta magnitude”, disse Dal Mas.
Conforme o autor, Fabiano publicou diversos livros de sua autoria e produziu outros tantos de autores diferentes e conduz o projeto do livro “Caminhos de Guaporé” de forma brilhante.

“Outro fator decisivo para o sucesso do projeto foi o engajamento imediato do Poder Público Municipal, que de pronto nos sinalizou positivamente para o início dos trabalhos”.

A obra “Caminhos de Guaporé - Dos primeiros habitantes ao primeiro centenário” é o resultado de seis longos anos de pesquisas (2010 e 2016) realizadas em diversos arquivos históricos. Os relatos se iniciam no ano de 1632, época das Missões Jesuíticas em nossa região e encerram, pontualmente, em 2003, ano de nosso Centenário de Emancipação Político-Administrativa. São 371 anos de história contados de forma cronológica, ou seja, os fatos narrados conforme aconteceram na linha do tempo.

“Trata-se de um conteúdo riquíssimo, tanto em informações como em imagens”, disse o autor.

A obra traz também, além do grande conteúdo histórico, algumas inovações, destacando-se o “audiolivro”, um CD produzido em estúdio e que acompanhará o livro, contendo a narrativa fiel de todo o conteúdo escrito. Outra novidade é a utilização de QR Codes para que o leitor possa assistir vídeos relativos ao conteúdo do livro.

O livro traz ainda um estudo do nome Guaporé, que ainda causa divergências entre a comunidade. O estudo é o mais completo feito até hoje e apresentará, de forma muito consistente, toda a fundamentação sobre a origem e significado do nome de nosso município. A obra apresenta um capítulo que comemora os 50 anos da AGA e do automobilismo em Guaporé, diversas imagens antigas colorizadas digitalmente, várias linhas do tempo, quadro completo de criação dos distritos e emancipações dos municípios filhos, histórias populares, apresentação do município, símbolos do município, galeria de prefeitos e intendentes, galeria dos presidentes da Câmara de Vereadores, figuras emblemáticas, mapas e muitos outros conteúdos belíssimos.

“Nosso objetivo sempre foi poder colaborar com Guaporé em favor de nossa história e nossa cultura e, mais uma vez, estamos dando nossa contribuição para que as coisas de fato aconteçam. Da parceria entre cidadãos e Poder Público Municipal está surgindo esta obra. Dia 15 de outubro será um marco para Guaporé. O início de uma fase do projeto que se encerrará na metade do ano que vem com o lançamento oficial da obra. Desejamos profundamente que a comunidade prestigie este trabalho e que, empresários e pessoas físicas nos apoiem financeiramente, pois como o projeto está sendo executado através da Lei Rouanet, sem custos para o Poder Público, precisamos ir a busca de recursos de contrapartida. Para que o livro torne-se real precisamos encontrar as portas abertas. Será uma oportunidade única para quem desejar ter sua marca ou seu nome vinculado a um projeto que já está tendo grande repercussão”, afirmou Dal Mas.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários