Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Biblioteca Municipal Bruno José Campos estará em novo e amplo espaço

por André Fabio Bresolin

Acervo com cerca de 9,5 mil exemplares voltará a ocupar o antigo prédio do Banco Meridional e do Poder Legislativo

Localizada no primeiro andar da Casa da Cultura, a Biblioteca Municipal Bruno José Campos prepara seu retorno para um dos pontos mais valorizados do município. O acervo com cerca de 9,5 mil exemplares de livros, revistas, jornais, mapas, entre outros itens, voltará a ocupar o antigo prédio do Banco Meridional e do Poder Legislativo. De propriedade da Administração Municipal, a estrutura física de dois andares, com traços arquitetônicos riquíssimos, passou por diversas melhorias e está apta para receber os leitores. Os recursos financeiros para a execução do restauro foram obtidos através de outorgas onerosas – Lei do Plano Diretor (Art. 164) e fazem parte de um projeto de revitalização dos imóveis históricos de propriedade da comunidade guaporense.

A transferência de todo o acervo, móveis e outros itens para o novo espaço ainda não está programada. A expectativa, segundo a secretária de Turismo, Cultura e Esporte, Cristiane Viel, é a Biblioteca Pública Municipal possa ser reinaugurada no mês de março.

“É a previsão, mas não podemos dar certeza. Ainda faltam alguns detalhes para a conclusão da reforma e assim que tivermos o ‘ok’ vamos fazer um mutirão para levar e organizar todos os itens. Com certeza quem ganhará será a comunidade e, principalmente, aqueles que apreciam uma boa leitura”, destacou.

Além das estantes com os livros, periódicos e outras publicações, haverá mesas para as crianças efetuarem suas leituras e atividades escolares, bem como espaço com computadores com acesso à internet para pesquisas.

“A Biblioteca Pública conta com um acervo riquíssimo e merece um lugar digno. O prédio, que faz parte da história de Guaporé, é apropriado e está ficando pronto para abrigá-la novamente. Vamos ganhar em espaço físico e isso fará com todos sintam-se mais à vontade”, disse Cristiane.

Atualmente, conforme o diretor da Biblioteca Pública Municipal, Alexandre Robledo Lanzoni, entre 10 a 15 pessoas retiram exemplares diariamente e muitas outras utilizam o espaço para leitura e pesquisas de atividades escolares e de universidades.

O prédio

O prédio, que gerou muitas especulações ao longo da década – inclusive com a tentativa da venda através de leilão e posteriormente o tombamento da fachada como patrimônio histórico e cultural (decreto n.º 5.603/2016), foi completamente revitalizado. Foram executadas melhorias no telhado, paredes internas e externas, parte elétrica e hidráulica. A manutenção dos prédios públicos é uma das ações que estão sendo desenvolvidas pelo Governo Fabris e Bastian ao longo destes três anos de gestão. Investir na preservação gera economia aos cofres da Administração Municipal.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários