Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Casa Maia: Museu Municipal volta à comunidade

por André Fabio Bresolin

Local reabrirá suas portas novamente no dia 19 de dezembro

Há relatos de que a casa foi construída para ser residência de Vespasiano Corrêa, mas não há provas documentais
Foto: Divulgação

A casa antiga de 1900, se confunde com a trajetória de seu próprio morador: Agilberto Atílio Maia, governante guaporense, que lá construiu sua história pessoal e comunitária. Há relatos de que a casa foi construída para ser residência de Vespasiano Corrêa, mas não há provas documentais sobre esta teoria.
Mas a história conta que foi a antiga residência da Família Maia, tendo no primeiro pavimento a adega, no térreo cozinha e salas e no andar superior, os quartos. Os anos passaram e as mudanças aconteceram, mas o passado jamais muda.

E por isso mesmo, essa secular casa foi sede do Museu de Guaporé, guardou nela sua história, retratada em peças, roupas, usos e costumes de épocas que não voltam mais.
Fechado para reformas no ano de 2012, o Museu Municipal caiu no esquecimento, com seu acervo escondido em salas escuras e úmidos porões. “Desde o primeiro dia da nossa Administração, tinha como meta reabrir a casa que conta a história de Guaporé, a nossa história. E hoje dividimos a alegria de reabrir o Museu com toda a comunidade”, diz a secretária de Turismo, Cultura e Esporte, Cristiane Viel.

E chegou a hora do Museu voltar a viver. Ou melhor, reviver. Reviver o passado, para mostrar à comunidade de onde se vem, para apontar para onde se vai. Com a certeza de estar recuperando um grande e imortal patrimônio cultural, o Poder Público restaura a Casa de Atílio Maia, que governou Guaporé e que agora reabrirá suas portas como Museu Municipal, novamente, dia 19 de dezembro.

“A revitalização contemplou a manutenção das paredes com infiltração, telhado, piso, janelas e pintura, para que possa receber o acervo que se encontra inativo desde então. Parte do acervo foi recebido pela Administração atual, em sala da Casa da Cultura e outra parte dentro do próprio prédio desativado e ainda no porão de terra, antiga adega da residência. A Secretaria de Turismo e Cultura restaurou este acervo e o recuperou, pois estava se deteriorando devido à ação do tempo e à falta de manutenção. Agora cada peça volta ao seu lugar, e a inauguração acontece dentro da programação do Natal Arte Guaporé” comemora.

“Nos preocupamos com o presente de Guaporé, mas também com nossa história. Países desenvolvidos, cidades famosas pelo seu turismo, sempre preservaram seu patrimônio arquitetônico e cultural. Mesmo com recursos limitados, mesmo diante de orçamentos que exigem de um Governo muito trabalho e criatividade, sim, vamos devolver o Museu ao nosso povo. Vamos resgatar nossa história, valorizando o passado, sem deixar de lado o presente e o futuro. A história que nos trouxe até aqui merece esse respeito”, diz o prefeito Valdir Fabris.

Central de Conteúdo Rádio Aurora FM/Rede Scalabriniana de Comunicação

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários