Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Caripaiguarás é o Brasil em Festival de Dança na Hungria

por André Fabio Bresolin

São centenas de espetáculos apresentados, por diversos grupos folclóricos de todas as partes do mundo

Grupo vai contar com 10 minutos para a apresentação, que será avaliada por uma criteriosa comissão julgadora

A Companhia de Artes Caripaiguarás, de Guaporé, vai estar participando de 7 a 16 de junho, do 24º Festival Internacional Cultural Danube Carnival, na cidade de Budapeste (Hungria). O evento, dentro dos festivais internacionais, é um dos mais importantes e com grande visibilidade. São centenas de espetáculos apresentados, por diversos grupos folclóricos de todas as partes do mundo, para o público em geral.

A delegação guaporense, composta por 25 pessoas, entre dançarinos, músicos e coordenadores, preparou ao longo dos últimos meses toda a parte coreográfica, músicas, figurinos e uniformes, para bem representar a “Capital da Hospitalidade” e o Brasil no festival. São apresentações das mais diversas manifestações artísticas com durações de 15 a 40 minutos, além de desfiles e passeios. O convite para estar na Hungria partiu da Federação Brasileira de Artes Popular (Febrarp) após os bons resultados obtidos nos festivais da Turquia em 2013, quando obteve o 5º lugar entre 14 grupos e melhor dançarino do evento e, na Coréia do Sul em 2015, 2º lugar entre 15 grupos.

“É com muito orgulho que mais uma vez o Caripaiguarás, que tem 19 anos de história, é convidado a representar Guaporé e o Brasil em festivais internacionais. Estivemos na Turquia e na Coréia do Sul mostrando o nosso talento. Agora chegou a hora de apresentamos a cultura do nosso Rio Grande e a arte através de outras manifestações artísticas na Hungria. Sabemos da responsabilidade, mas estamos preparados para dar o melhor nestes 10 dias”, disse Cássio Zortea, presidente e dançarino.

O Duna Karnéva, conforme destacou Zortéa, premiará os melhores grupos. O Caripaiguarás, assim como os demais, vão contar com 10 minutos para a apresentação que será avaliada por uma criteriosa comissão julgadora.

“Não somos favoritos, mas carregamos ‘nas costas’ o peso dos bons resultados nos outros festivais. Temos que manter a tradição conquistada. A expectativa dos organizadores é de apresentarmos coreografias muito boas, pela história do Caripaiguarás. Às vezes, até pela nossa rotina diária, não temos a noção da grandiosidade da nossa companhia perante os organizadores e apaixonados pela dança”, destacou.

Zortéa salienta que a Febrarp, com sede em Montenegro, é entidade representante e filiada para a América Latina, da Federação Internacional de Festivais de Dança (Fidaf), com sede em Cheonan/Coréia do Sul.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais