Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Albina Olmi e Geneci Bastian são homenageadas com a comenda “Anitas do Nosso Tempo”

por Eduardo Cover Godinho

Guaporenses fazem parte da rica história do tradicionalismo em Guaporé. Ambas foram patroas de Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) no município

O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), presidido por Manoelito Carlos Savaris, realizou no domingo, dia 28 de novembro, no auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa (AL/RS), em Porto Alegre, a 90ª Convenção Tradicionalista. O evento, além de discutir e dar legitimidade ao que foi decidido no Congresso, prestou homenagens e entregou comendas aos peões, prendas e autoridades que, de alguma forma, destacaram-se na valorização das tradições do povo gaúcho entre os anos de 2020 e 2021.

Ao longo do dia, foram entregues os títulos da Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul para homens, mulheres e crianças do pé no estribo e a comenda “Anitas do Nosso Tempo”. A honraria é uma ação da direção do MTG no contexto em que o Governo Estadual definiu 2021 como “Ano de Anita”, rememorando o nascimento de Ana Maria de Jesus Ribeiro – Anita Garibaldi, ocorrido há duzentos anos, no dia 30 de agosto de 1821. Entre as condecoradas com a comenda “Anitas do Nosso Tempo” estão duas tradicionalistas guaporenses: Albina Finatto Olmi (patroa do CTG Estirpe Gaúcha) e Geneci Bombana Bastian (ex-patroa do CTG Os Desgarrados).

Durante o evento, Geneci – da 11ª Região Tradicionalista, em nome das gestoras da entidade, pronunciou-se destacando:

”Fico honrada pela oportunidade de estar aqui representando as Patroas, Coordenadoras e Conselheiras, pois nos dedicamos em nossas atividades tradicionalistas com garra e a força já conhecida de todo o povo gaúcho, sendo até mesmo, relacionadas, com a maior honra, à nossa guerreira Anita Garibaldi. Agradeço a oportunidade e aproveito para engrandecer o apoio sempre presente do MTG, assim como das famílias, que se envolvem com o tradicionalismo e não medem forças para fazê-lo cada vez mais forte”.

Albina afirmou que a honraria é uma justa e bela homenagem para as mulheres que, ao lado de grandes homens, seguem firmes e fortes apresentando e valorizando as tradições gaúchas.

“Sinto-me lisonjeada e orgulhosa pelo reconhecimento do MTG com a comenda ‘Anitas do Nosso Tempo’. Agradeço a diretoria do CTG Estirpe Gaúcha que, nos momentos de maior dificuldade, estiveram ao meu lado dando suporte necessário para conduzir os trabalhos. E à minha família que sempre estendeu a mão e me incentivou em todos os momentos dentro da entidade tradicionalista. Meu muito obrigado”.

O diploma “Anitas do Nosso Tempo”, conforme o MTG, é um reconhecimento às conselheiras, coordenadoras, patroas de entidades e deputadas estaduais que se destacam no meio tradicionalista como líderes e condutoras do destino do Movimento.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários