Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Guapobóticos Day e Guapobóticos Night disputam etapa gaúcha do Torneio de Robótica

por André Fabio Bresolin

Competição desafia estudantes a buscarem soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna

A Unidade do Serviço Social da Indústria (SESI), de Guaporé, estará presente em mais uma edição do Torneio de Robótica First Lego League (FLL). Nos dias 11 e 12 de dezembro, alunos do contraturno com até 12 anos, integrantes das equipes Guapobóticos Day e Guapobóticos Night, estarão no SESI São Leopoldo para a disputa da etapa gaúcha. Competidores da rede SESI do Rio Grande do Sul estarão “lutando” por vagas para a finalíssima do país.

O Torneio de Robótica desafia os estudantes a buscarem soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna. Os temas são diferentes a cada temporada. Em 2019/2020 o tema é City Shaper, ou seja, “Cidade Inteligente”. Pensando em criar um município melhor para se viver, as duas equipes guaporenses trabalharam com temas reais como: a grande quantidade de terrenos baldios que acumulam resíduos secos e orgânicos e atraem animais peçonhentos; e o grande desperdício de água potável das descargas sanitárias.

Depois de um longo trabalho de pesquisa e análise das problemáticas, os times, acompanhados dos professores, vão apresentar as resoluções para os jurados no Torneio de Robótica FLL. Ao longo do evento, Guapobóticos Day e Guapobóticos Night irão passar por quatro avaliações, sendo elas: projeto de inovação; core values; design do robô; e desafio do robô com 14 missões.

As equipes

Composta pelos alunos João Vitor Buzacchi Godinho, João Gabriel Miotto dos Santos, Gabriel Vigo, Suelen Giaretta, Luis Henrique Agosti e Nathaly Kochhann Strapazzon, a Guapobóticos Day analisou a grande quantidade de terrenos baldios em Guaporé (mais de 3.000) que acumulam resíduos secos e orgânicos (lixo) e atraem animais peçonhentos e outros que transmitem doenças. Assim, para tornar Guaporé uma cidade inteligente, a solução encontrada é o aproveitamento das áreas para benefício coletivo. Para isso, em um dos terrenos, localizado no bairro Nossa Senhora da Paz (Promorar), os integrantes construíram uma horta urbana. No espaço, cedido pelo Poder Público, foi plantado cebolinha, salsa, tomate cereja, alecrim, salvia, entre outros tipos de temperos.

A Guapobóticos Night, integrada pelos alunos Bianca Duarte Berse, Nathalia Giácon, Maikel Sgarbossa, Leonardo Bortolini de Oliveira, João Victor Perin Fornari e Maria Luisa Nunes, encontrou como problema o desperdício de água potável nas descargas sanitárias. Para deixar as cidades inteligentes, essas descargas devem utilizar o mínimo de água possível. Sendo assim, a equipe realizou estudos e testes verificando que as caixas de descargas sanitárias do SESI Guaporé poderiam acumular 1,5 litros a menos em cada uma delas. Dessa forma, decidiram aumentar o ângulo do braço da boia. A equipe, diante da resolução do problema, conseguiu uma redução de 19% do consumo mensal de água potável.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários