Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
10:00:00
Gente Nossa
14:00:00
 
 

Solidariedade: a dor transformada em amor

por André Fabio Bresolin

Grupo Liga do Bem Jheny busca doações para ajudar crianças em tratamento contra o câncer

Jheny lutou contra o câncer desde seu primeiro ano de vida até os 5 anos

A cidade de Guaporé acompanhou a história e a luta de uma mãe e sua filha, em busca da cura do câncer. Ações na cidade envolveram a comunidade e tocaram o coração de muitas pessoas. Cristiele Oliveira e sua menina, a pequena Jheny, deixaram um legado de amor. Legado esse, que após a perda imensurável de uma mãe, que vê um filho partir de forma muito precoce, se torna uma corrente de solidariedade. Cris apresenta um pouco de sua história e da história da Liga do Bem.

“Quero falar um pouco da minha experiência de vida, com minha filha Jheny quando ela teve câncer. Ela teve a doença ainda muito pequena quando tinha 1 ano e 9 meses. Rabdomiossarcoma é um tumor maligno que surge de células que desenvolvem os músculos estriados da musculatura esquelética. Faz parte do grupo de sarcomas de partes moles, sendo o tipo mais comum na infância. Quando descobrimos o diagnóstico ela apresentou o tumor na região do abdômen, começou apresentar dores na barriga, começou a acumular muito líquido no corpo, não evacuava e nem fazia xixi normalmente. Febre alta e também já apresentava nódulo na região. As dores eram muito fortes. Foi realizada cirurgia para retirar o tumor, mas por causa do local em que estava localizada a doença, acabou que por acidente pegando uma veia e então ela passou a tomar remédios pra não coagular o sangue, pra não correr o risco de ter uma trombose.

Depois disso ela fez muitas quimioterapias e também radioterapia. A primeira internação durou 3 meses. Depois de quase dois anos em tratamento a doença estacionou, ficou de 7 a 8 meses bem sem tratamento quimioterápico. Mas então surgiu um tumor no tecido que revestia o pulmão. E lá vieram mais procedimentos cirúrgicos, quimioterapia e pequenas quantia de radioterapia, pois era um local muito sensível. Nesse meio tempo onde ela ainda estava tratando o tumor do pulmão apareceram três tumores na cabeça.

Ela sentia muita dor os remédios mais fortes não conseguiam fazer com que se sentisse melhor. Eu já estava a ponto de enlouquecer, porque era muita coisa para uma criança ter que enfrentar.

Nesse tempo ela teve grave problema de desnutrição, passando a alimentar-se por uma sonda gástrica feita pelo abdômen diretamente no estômago. 

Jheny era uma menina que mesmo com tantos problemas e limitações, se mantinha alegre e amorosa. Sua fé inabalável nos fazia perceber que qualquer problema era muito pequeno, diante da batalha que ela enfrentava com coragem. No meio de todos os obstáculos, surgiam sempre muitas pessoas de bom coração. Por vezes sem dinheiro sequer para o almoço, nas constantes idas e vindas a Passo Fundo, contei não apenas com o profissionalismo, mas com a amizade e solidariedade do motorista que me levava ao hospital. Quando precisamos aguardar o leite especial para alimentar minha filha, fomos abençoados com muitas doações da comunidade, antes da chegada do produto garantido por Lei.

Com 19 anos eu pesava 43 kg. Cheguei a perder 10 kg no período em que ela ficou internada. E ela, então com 5 anos não pesava 25 kg.

Ela lutou bravamente e teve ao seu lado pessoas incríveis que jamais desistiram. Por isso tenho o desejo de seguir com o projeto por saber das necessidades de quem enfrenta a doença. Todos temos nossos defeitos ninguém é perfeito, mas Deus sabe que o que estou fazendo é de coração” explica Cristiele.

O projeto Liga do Bem Jheny reúne pessoas de diversas cidades e acontece através da rede social Facebook. Jheny lutou contra o câncer desde seu primeiro ano de vida até os 5 anos. E sua mãe lutará por toda sua existência para levar amor, conforto e solidariedade a quem precisa.

Cristiele teve mais uma menina, reconstruir sua vida junto à família em outra cidade, mas para sempre deixa o agradecimento e a memória viva da garotinha Jheny, tão pequena e tão valente.
Quem estiver disposto a ajudar pode colaborar com doações, lances em leilões ou iniciar um trabalho voluntário junto às entidades que dão suporte às crianças e suas famílias. No facebook: Grupo Liga do Bem Jheny, faça parte dessa corrente de amor!

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais