Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Bebê João Emanuel conquista valor necessário para tratamento contra a AME

por Eduardo Cover Godinho

Campanha arrecadou cerca de R$ 11 milhões e a aplicação do medicamento mais caro do mundo está garantida

Caixinhas estão espalhadas pelor cerca de 50 estabelecimentos comerciais de Guaporé
Foto: Divulgação

“Queridos titios e titias

Nossa, eu ainda preciso que alguém me belisque. Isso é real? Aconteceu mesmo, de verdade? Nem posso acreditar que dentro de alguns dias o meu remedinho será aplicado em mim. Um sonho que começou há 1 ano.

Nunca imaginei que no dia 26 de março de 2021, durante uma live no meu canal Ame João Emanuel, do YouTube, minha campanha seria encerrada com o total arrecadado de R$ 10.900.000,00 (dez milhões e novecentos mil reais), saldo esse suficiente para a compra do medicamento mais esperado da minha vida - o >#zolgensma.

Não tenho como expressar o que eu e minha família estamos sentindo, sabe? É como embarcar numa viagem rumo às estrelas e ser iluminado, de perto, com o brilho delas. Uma felicidade que não cabe em mim”.

Assim encerrou com vitória da vida a campanha do garotinho João Emanuel, da cidade de Lindolfo Collor - RS, que tem Atrofia Muscular Espinhal (AME), uma síndrome degenerativa rara. O medicamento para a cura é considerado um dos mais caros do mundo, em torno de 11 a 12 milhões de reais, dependendo da cotação do dólar. João Emanuel contou com uma grande legião de doadores, entre eles muitos guaporenses. As “Caixinhas da Girafinha”, espalhadas pelo comércio da cidade, as ações entre amigos e atos de solidariedade contribuíram para esta vitória.

Agora a comunidade está sendo convidada a continuar a ajudar as crianças com essa doença cruel, que paralisa os movimentos e pode levar à morte. Apesar de rara, ainda há crianças em campanha pelo Brasil.

As caixinhas já estão repaginadas e agora a luta pela vida é pelo Teteo! Juntos vamos conseguir que o bebê também garanta o direito de viver!

As caixinhas estão sendo distribuídas novamente, buscando ajuda para, o pequeno Matteo Schmitz Piccin Jardim, o Teteo. Diagnosticado com síndrome de Down e Atrofia Muscular Espinhal-Tipo 1 (AME), ele é um caso raro, talvez até o único que se tenha registro, nesta condição conjunta. Teteo é filho da psicóloga Letícia Schmitz, 35 anos, e do analista contábil, André Piccin Jardim, 37 anos. Seus avós maternos são de Arroio do Meio.

Atualmente a família mora em Porto Alegre e não mede esforços para alcançar um grande objetivo: reunir a soma de U$ 2,1 milhões (equivalente a mais de R$ 11 milhões) para a aquisição do medicamento Zolgensma, produzido nos Estados Unidos, capaz de proporcionar uma melhor qualidade de vida para Teteo e contribuir para o desenvolvimento de movimentos vitais, salvando sua vida.

Doe!

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários