Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ação Humanitária! Guaporé recebe mais 22 refugiados e imigrantes da Venezuela

por Eduardo Cover Godinho

Operação Acolhida, do Governo Federal com o apoio de organizações das Nações Unidas, como a Organização Internacional para as Migrações (OIM), oportuniza um novo recomeço de vida

Imigrantes buscam novas oportunidades de vida
Foto: Divulgação

O município de Guaporé recepcionou mais 22 refugiados e imigrantes da Venezuela. Eles, que chegaram na quinta-feira, dia 25 de março, juntam-se aos outros 62 que, há dois meses, estão se integrando socioeconomicamente e buscando novas perspectivas de vida na comunidade. Todos os 84 venezuelanos que desembarcaram na “Capital da Hospitalidade” vieram dentro da Operação “Acolhida”, iniciativa do Governo Federal – coordenada pela Casa Civil - que conta com apoio da Organização Internacional para as Migrações (OIM) – da Organização das Nações Unidas (ONU), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, do Instituto Virada Feminina e de mais de 100 entidades da sociedade civil.

Os novos imigrantes, todos vindos do Estado de Roraima (Boa Vista e Pacaraima), foram acolhidos no Recanto São Carlos, através da parceria da Congregação Scalabriniana. Eles ficarão momentaneamente hospedados na instituição até serem alocados em casas providenciadas pelas empresas empregadoras. Os missionários, além de disponibilizarem os espaços, colaboram com iniciativas que visam dar condições dignas para esta parcela da população.

Todos, em idade para atividade laboral dentro do que determinam as leis do Brasil, chegam com a garantia de trabalho e residência fixa em Guaporé. Duas empresas, ambas do setor de confecção (fitness e moda íntima), serão as responsáveis pelo vínculo formal dos venezuelanos.

“...dizem que os imigrantes vêm tirar o emprego dos nacionais, mas relatos de empresários desmentem esta versão. Eles estão buscando os imigrantes justamente porque os brasileiros estão negando as oportunidades de emprego”, destacam os Missionários Scalabrinianos.

Além de Guaporé, municípios como Serafina Corrêa (7), São Jorge (13) e Gentil (1) também fazem parte do programa de “Interiorização”.

 

Rio Grande do Sul

Conforme o painel com as “Estratégias de Interiorização”, foram 49 mil refugiados e imigrantes foram recebidos com dignidade em mais de 645 cidades de todo o Brasil. Em solo gaúcho, são 6.848 venezuelanos realocados de Roraima. Destes, a maior faixa etária encontra-se dos 20 aos 44 anos. Porto Alegre é a cidade que mais abriga com 1.866, seguida de Canoas com 908.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais