Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Agricultores de Guaporé participam de ato contra a reforma da Previdência Social

por Eduardo Cover Godinho

Mais 10 mil pessoas estiveram em Santa Cruz do Sul para mostrar indignação do conteúdo da PEC 287/2016 enviada pelo Governo Federal para aprovação na Câmara e no Senado

Guaporenses levaram faixas para o evento em Santa Cruz do Sul

Produtores rurais de Guaporé, União da Serra, Dois Lajeados e São Valentim do Sul estiveram presentes na cidade de Santa Cruz do Sul em um grande ato contra a reforma previdenciária. Organizada pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag/RS) e pelas regionais sindicais, a ação reuniu mais de 10 mil pessoas que buscam modificar o conteúdo da PEC 287/2016 encaminhada pelo Governo Federal para aprovação da Câmara dos Deputados e do Senado. A proposta, da maneira como está, retira direitos conquistados da população em geral, em especial dos homens e mulheres do campo.

O momento, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), de Guaporé, Alécio Alba, é preocupante, pois os agricultores familiares estão prestes a perder direitos conquistados a duras mobilizações. Alba, que mobilizou cerca de 50 produtores guaporenses para o ato, afirma que a sociedade precisa acordar e se dar conta do sério risco que está correndo.

“Se aprovada, a PEC 287/2016 vai destruir com anos e mais anos de conquistas dos trabalhadores rurais. Contribuímos muito com o crescimento e desenvolvimento do Brasil e o pouco que temos direito querem nos tirar. Afirmo que primeiramente é necessário acabar com a corrupção, retirar privilégios dos altos escalões do governo e cobrar os devedores, para que então seja analisada a reforma do sistema previdenciário brasileiro”, disse.

Alba, que tem se colocado na linha de frente das mobilizações, ressalta que muitos produtores rurais estão na luta por melhorias nas condições de vida no campo. Eles, segundo o presidente do STR, não ficam mais em suas propriedades esperando as “coisas” acontecerem, mas sim, vão para as ruas para protestar e reivindicar mudanças.

“Alguns esperam as coisas acontecerem. Outros lá adiante perguntam o que aconteceu. Mas a maioria dos produtores rurais está fazendo acontecer, sem medo de lutar por mudanças. A categoria está preocupada, mas não somos somente nós que estamos nesse ‘barco’. Os agricultores estão fazendo a sua parte. Precisamos da mobilização dos demais sindicatos. Se todos lutassem com o objetivo comum de derrubar a proposta de mudança do sistema previdenciário que tramita na Câmara e Senado, eu não tenho dúvida que somente iriam ser aprovados os pontos necessários, os quais destacam o corte de privilégios aos grandes e não cortando benefícios de quem recebe o mínimo do mínimo”, destacou.

Os agricultores de Guaporé, durante o manifesto em Santa Cruz do Sul, empunharam bandeiras do movimento sindicato e faixas. Uma delas destacava: “Sr.(a) Deputado (a) e Senador (a). A reforma da Previdência está aí!. A Fetag/RS e os agricultores (as) familiares querem saber de que lado você está? De quem produz alimentos ou do Governo. A decisão está no seu voto!.

A concentração iniciou no Parque da Oktoberfest. Em seguida, as lideranças sindicais e os agricultores se deslocaram em marcha, acompanhada de tratoraço, em direção à sede do Sindicato das Indústrias de Tabaco (Sinditabaco) onde reivindicaram melhores preços pagos pelo produto. A direção da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) participou da mobilização, assim como os ex-presidentes da Fetag e deputados Heitor Schuch (Federal) e Elton Weber (Estadual).

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais