Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Juventude rural de Guaporé é incentivada através de políticas públicas

por Eduardo Cover Godinho
Evento reuniu jovens da zona rural no Centro de Convivência do Idoso
Foto: Rejane Paludo

Para que a sucessão rural ocorra, também são necessárias políticas públicas de apoio aos jovens rurais. Pensando nisso, o município de Guaporé instituiu o Programa de Incentivo ao Jovem Empreendedor Rural (Lei nº 3836/2017), que foi apresentado às cerca de 100 pessoas que participaram do 2º Encontro Municipal de Juventude Rural, realizado na tarde de terça-feira (14/11), no Centro de Convivência do Idoso.

O evento, que também contou com a apresentação dos resultados do Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), que é executado pela Emater/RS-Ascar, e com a inauguração do Pavilhão da Agricultura Familiar, foi promovido pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Prefeitura, Emater/RS-Ascar e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Estiveram presentes o prefeito de Guaporé, Valdir Fabris, e a gerente regional da Emater/RS-Ascar de Caxias do Sul, Sandra Dalmina, entre outras autoridades locais.

Inicialmente, o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Antônio César Perin, relatou as ações e resultados do Programa de Gestão com a família Romani, formada por três gerações que atuam com bovinocultura de leite e produção de milho, soja, laranja e uva, além de outros alimentos para o autoconsumo. Com a assistência da Emater/RS-Ascar, a família fez mudanças e investimentos na infraestrutura de produção, como a construção e manejo de piquetes, a aquisição de equipamentos para ordenha, novas instalações para a alimentação animal e a construção de um silo, entre outros, e também na conservação do solo, com a construção de curvas de nível e a ampliação do plantio de cobertura do solo, além do manejo e nutrição animal. Atualmente, com uma média de 21 vacas em lactação, a família produz 10.950 litros de leite por mês, tendo um custo de produção de R$ 0,46 o litro, o que oportuniza uma boa rentabilidade para a família, mesmo em um período de baixa no preço recebido pelo produto (R$ 0,92).

E para apoiar ainda mais os jovens empreendedores que atuam no meio rural, incentivando o aumento da produção e da renda familiar, fortalecendo as iniciativas diferenciadas para o setor, o município criou uma lei, que foi apresentada pelo secretário da Fazenda, Celso Grando. Por meio dela, o município reembolsará, para os jovens que se enquadrarem nas normas, 15% das despesas do financiamento através do Pronaf (Pronaf Investimento – Linha Mais Alimentos), concedidos para empreendimentos que não ultrapassem R$ 100 mil.

Após a apresentação destes programas, aconteceu o ato de inauguração do Pavilhão da Agricultura Familiar, com a concessão de uso do espaço pela Cooperativa de Economia Solidária de Guaporé (Cooesg). No pavilhão, localizado ao lado da Horta Comunitária Bruno José Campos, no bairro Planalto, funcionará a feira que já tem mais de 25 anos no município e transitou por vários lugares. Aos sábados de manhã, haverá a comercialização de hortigranjeiros e produtos da agroindústria. Esse espaço também será local de classificação de laranja, visando agregar valor aos citros produzidos em Guaporé.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários